Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Brincos em flor

Terça-feira, 30.09.08

Estes brincos foram feitos por mim, no ano passado, numa altura em que eu andava literalmente viciada em bijuteria. E o laranja era uma das minhas cores favoritas por ser muito viva. As pétalas foram feitas em croché e o pé com uma pedra. Acho que ficaram muito originais.

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mala em Trapilhos - VIII

Segunda-feira, 29.09.08

Esta é para mim! Mais uma, eu sei, mas fiquei rendida às malas em trapilhos. Tem um tamanho muito prático para andar no dia-a-dia e a respectiva bolsa para o telemóvel. Em tons branco e vermelho, dá um belo colorido aos dias de Outono que estamos agora a viver. Não acham?

 

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Retirado do Baú - II

Sábado, 27.09.08

Mais um naperon retirado do nosso baú!

 

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Recortes de Imprensa - II

Sexta-feira, 26.09.08

Continuando a vasculhar nos recortes dos jornais e revistas que temos lá em casa, hoje mostramo-vos como fazer estes lindos guarda-jóias em croché. Uma bela prenda, não acham?

 

Material necessário:

 

 

Um novelo de linha nº 6 ou 20;

 

Agulha nº 1,25 mm ou 1,50 mm;

 

Fita de cetim de 7mm.

 

 

Como fazer:

 

 Tampa: Faça um anel de 10 de cordão e cubra-o com 12 pontos baixos. Seguem-se 2 carreiras de maracotos, separados por 3 de cordão, e 2 carreiras de arquinhos, uma de 3 e outra de 5 de cordão. Sobre a última, faça 1 ponto baixo, 1 cordão, 5 pontos altos, 1 cordão, 1 ponto baixo em cada arco. Corte o fio.

 

Recomece, por trás, no arquinho de 3 de cordão enchendo-os com 5 pontos altos em cada. Faça 3 carreiras d epontos altos, aumentando 1 ponto de 5 em 5. Uma carreira de ponto baixo 2 carreiras em ponto alto, sem aumentos, na primeira pegando apenas na azelha de trás do ponto baixo (rebordo). Na carreira seguinte faça 2 pontos altos, 2 cordão, passando à frente 2 cadeias (para enfiar a fita). 1 carreira de ponto baixo. Na seguinte, faça 2 pontos baixos, 2 cordão, espete a agulha 2 cadeias à frente e nesse ponto crochete 1 ponto alto, 1 cordão (5 vezes). Complete a carreira e remate.

Recomece na 1ª carreira de ponto baixo, pegue apenas na azelha da frente e faça uma carreira em ponto baixo (rebordo).

 

 

Base: Faça anel de 4 de cordão e encha com 11 pontos altos. Faça mais 4 carreiras em ponto alto, fazendo 3 pontos em cada cadeia na 1ª volta, e 2 pontos em cada cadeia nas restantes. 1 carreira de ponto baixo (rebordo). Continue em ponto alto pegando apenas na azelha de trás da cadeia. faça 6 carreiras sem aumentos e uma de ponto baixo. Remate.

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mala em Trapilho - VII

Quinta-feira, 25.09.08

                                                                             Mais um modelo de mala em trapilho e respectiva bolsa para o telemóvel. Desta vez, optámos por umas originais alsas pretas, que imitam a madeira. Para fechar a mala, a minha mãe fez uma flor que funciona como botão.

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sabonetes de glicerina perfumados

Terça-feira, 23.09.08

Através de uma breve incursão pelos muitos blogues que existem dedicados aos trabalhos manuais facilmente se encontram ideias de saquinhos para guardar sabonetes, que podemos pendurar nos guarda-roupas, guardar nas gavetas ou nas arcas da roupa ou, por que não?!, no nosso automóvel. Ou, então, para oferecer. E se temos prazer em confeccionar estas peças, por que não também fabricar os próprios sabonetes? Hoje, deixamo-vos aqui uma receita fácil para fabricar sabonetes de glicerina perfumados. Experimentem e mostrem-nos os resultados.

 

 

Ingredientes  - sabonetes transparentes de glicerina; artigos decorativos para colocar no interior dos sabonetes (conchinhas, berlindes, pétalas, etc.); corante; óleo vegetal; tacho pequeno; molde plástico para os sabonetes e óleo perfumado.

 

 

Passo a passo:

1 - Corte uma fatia de sabão de glicerina em vários pedaços e coloque-os num microondas durante um minuto;

 

2 - Se quiser obter sabonetes coloridos adicione quatro gotas de corante à sua escolha ou umas gotas de óleo de essências no sabão derretido para conseguir o perfume desejado. Mexa suavemente com um garfo;

 

3 - Pincele óleo vegetal no molde dos sabonetes de folma a que a glicerina, quando solidificada, saia da forma mais facilmente;

 

4 - Encha o molde com a glicerina líquida até dois terços da sua capacidade. Coloque os objectos que escolheu dentro do sabonete ainda líquido, com o lado mais bonito para baixo;

 

5 - Volte a aquecer o resto do sabonete e, lentamente, verta-o para o molde até cobrir três quartos da forma. Utilize uma faca afiada para retirar eventuais bolhas de ar antes que o sabonete se solidifique totalmente.

 

6 - Espere entre 15 a 30 minutos para que o sabão solidifique. Com uma faca, tente descolar o sabonete endurecido do molde. Vire-o ao contrário e, se for preciso, bata na superfície com força para fazer sair o sabonete.

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mala em Trapilho - VI

Segunda-feira, 22.09.08

Mais uma obra da minha mãe em trapilho, desta vez para oferta. Vimos este modelo no anúncio de uma feira de artesanato e decidimos experimentar. O corpo da mala é cosido de forma a que o ponto fique na vertical. A parte de cima é feita normalmente, o que dá este efeito. Para fechar, a minha mãe decidiu fazer uma flor em trapilho que funciona como botão. O que acham da ideia?

 

 

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porta-mensagens

Domingo, 21.09.08

Não estranhem se a partir de agora os nossos posts forem menos regulares. Acabaram-se as férias. Amanhã, regressamos ao trabalho e, por isso, a nossa disponibilidade de tempo para os trabalhos de mão será menor. No entanto, faremos todos os esforços para manter o nosso blogue o mais actualizado possível. Não deixem, por isso, de nos visitar e de deixar as vossas opiniões/comentários/sugestões/críticas. Não sejam envergonhad@s!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E para não me esquecer dos dias de férias que tive, decidi comprar este porta-mensagens em madeira que pintei nas cores que a foto da direita ilustra.

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recordações de infância - I

Sábado, 20.09.08

  Penso que, actualmente, nas escolas já não existe a disciplina de Trabalhos

Manuais. No meu tempo, era das minhas disciplinas preferidas, apesar de muitas vezes não ser cómodo viajar nas carreiras, à hora de ponta, com os materiais necessários. Desde moldar e cozer o barro, a cor

tar e pregar madeiras ao tear, eram-nos ensinado um pouco de tudo. Das actividades que mais prazer me davam, o trabalhar em serapilheira destacava-se. Cheguei a estar serões inteiros a trabalhar na serapilheira, tal era o prazer que tinha. O palhaço que vos mostro aqui ao lado foi a minha primeira obra neste material. Marcou de tal forma aquela fase da minha vida que ainda hoje a minha mãe o tem pendurado em casa.

 

 

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje foi dia de pintura - II

Sexta-feira, 19.09.08

Como prometido, aqui estão as peças antigas que ontem estive a pintar. Acho que o resultado não está assim tão mau, apesar da minha falta de jeito para a pintura e para o desenho. Pelo menos, ainda ninguém se queixou, mas gostava muito que me dissessem a vossa opinião.

 

Trata-se de uma candeia alentejana feita de latão e com um bico, onde se colocava a torcida, que era alimentada a azeite. Antes da chegada da electricidade, era uma das muitas formas de se alumiar as casas.

 

 

Optei por pintá-la toda em verde escuro, que lembra a cor do azeite, e desenhar duas flores amarelas, remetendo para as flores das planícies alentejanas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                                

Este foi o meu primeiro regador, feito também em lata. Com o tempo, foi envelhecendo e deixou de servir para a sua função. Agora que tem "cara nova", passará a ser um objecto de decoração. Ainda não sei onde o vou colocar. Na varanda? Na cozinha? Na casa-de-banho? A ver vamos!

 

Os cântaros, serviam antigamente, para transportar água, leite ou azeite. Inicialmente, eram feitos em latão. Actualmente, são de alumínio.

 

Decidi pintar este de azul porque me lembra o cântaro que a minha avó tinha em casa para irmos buscar água à fonte, muito antes de haver água canalizada na aldeia. 

Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 1/3






comentários recentes

  • rosangela castilhos

    gostaria da receita do vestido infantil

  • Anabela Vieira

    Boa tarde, gostei muito desta toalha. Tenho ideias...

  • Yvete

    Oi sou como vocês não consigo ficar parada.Parabén...

  • JOSE MANUEL AGALHAES CORREIA MENDES

    Bom dia era possível fornecer_me esse desenho por ...

  • Anónimo

    Boa noite! Tem o esquema deste quadro?

  • maria filomena

    Que vestido lindo. Tenho uma retina com um MES e g...

  • Milena

    Olá. Sou apaixonada por bonecas, especialmente bon...

  • DULCE MENDES

    podia me dar o esquema deste vestido que e lindo o...

  • Anónimo

    Bom dia.Gostei deste quadro e ainda não consegui a...

  • FM

    Boa tarde,O naperon não está à vista.Obrigada pelo...




subscrever feeds